Estufas catalíticas infravermelhas

Estufas catalíticas infravermelhas

As estufas catalíticas infravermelhas da Gas Service Industrial são sistemas modulares que permitem a substituição de estufas convectivas pela tecnologia Infravermelha de reflexão total.

O gás natural ou GLP quando em contato com a manta catalítica nos painéis, transfere o calor radiante liberado diretamente à superfície da peça pintada.

São totalmente modulares e facilmente integrados aos sistemas de curas existentes.

Não necessitam de isolamento térmico devido a sua tecnologia de reflexão total das ondas infravermelhas.

POSICIONAMENTO DOS PAINÉIS

O posicionamento dos painéis catalíticos é o ponto diferencial para obter um melhor aproveitamento da radiação infravermelha. Nossas estufas são desenvolvidas com esse posicionamento de acordo com a peça especificada pelo cliente, para garantir que a mesma esteja sempre exposta ao aquecimento.

AQUECIMENTO NA SUPERFÍCIE PINTADA

As ondas infravermelhas emitidas pelos painéis catalíticos atuam elevando o calor apenas da superfície pintada. Esse aproveitamento proporciona enormes ganhos de produção em relação ao método convectivo.

Estufas catalíticas infravermelhas

  • EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

    Aquecem apenas a superfície da peça, proporcionando ganhos acima de 50% de economia em comparação ao sistema convectivo tradicional.

  • RAPIDEZ DE PROCESSO

    Permitem atingir os níveis de temperatura pretendidos em curtos espaços de tempo, aquecendo 3 vezes mais rápido que o processo por convecção.

  • FLEXIBILIDADE

    Possuem painéis catalíticos de diversas potências e dimensões, podendo ser fabricadas de acordo com o formato da peça.

  • UNIFORMIDADE

    Utilizam uma tecnologia sem chama, produzindo alta uniformidade e baixa intensidade de calor em forma de ondas eletromagnéticas de longo para médio comprimento.

  • MANUTENÇÃO QUASE NULA

    Por não ter partes móveis, praticamente não necessitam manutenção.

  • Design compacto e modular;
  • Não necessitam de isolamento térmico;
  • Facilmente integradas aos sistemas de cura existentes;
  • Temperatura da superfície até 600°C;
  • Tecnologia sem chama;
  • Distribuição de calor homogênea;
  • Sem emissões de NOx e CO;

  • Cura de tinta a pó ou líquida;
  • Pré gelatinização de tinta a pó;
  • Cura de revestimentos em materiais sensíveis ao calor;
  • Processos de secagem;
  • Moldagem térmica;

Veja mais...

Veja também

EnglishPortugueseSpanish